in

Treinar para lutar não é ginástica física

Treinar para lutar não é ginástica física

Treinar para lutar não é ginástica.

O treino de um lutador não é como fazer crossfit ou ginásticafísica.

Hoje quero falar com vocês sobre minha opinião pessoal sobre o caminho para treinar para o combate não é fitness porque cada vez mais contaminações de outros esportes vêm em esportes de combate com métodos improvisados que não têm nada a ver com quais são os problemas a serem resolvidos por um atleta que tem que lutar em um ringue ou em qualquer caso que pratica artes marciais.

Para um lutador o treinamento deve ser específico e deve ser ainda mais para seu tipo de combate e estratégia.

O treinamento de um lutador não é o mesmo de um boxeador, um praticante de karatê ou uma pessoa de esgrima, todos têm necessidades diferentes que devem ser entendidas.

Ps. Também o tipo de alimentação, mas este não é o post que fala sobre isso.

Embora sejam sempre homens/ mulheres diferentes tipos de membros exigem treinamento específico e se é verdade que o treinamento é sempre bom em alguns casos não é porque o tempo deve ser usado efetivamente e não faz sentido entrar em over training e fazer tudo o que você pode fazer para estar em forma.

Eu não acho que você já viu o centometrista como Usain Bolt treinar com o nariz ligado, ou fazer exercícios olímpicos de levantamento ou natação, ou fazer a maratona para respirar e você sabe por quê?

Esse tipo de movimento ou explosões não servem para o seu esporte, não lhe serve de fato que o prejudicaria, seu desempenho enquanto permanecer de alto nível seria comprometido.

Combate não é aptidão

Treinar é sempre bom, mas um profissional tem que trabalhar em áreas específicas

Claro para quem não faz nada nada nadar, correr, levantar pesos é bom, mas este não é o foco que você precisa ter se você faz esportes de combate.

Hoje em dia é comum ver os mais diferentes treinos possíveis principalmente no MMA.

A metodologia de treinamento evoluiu muito especialmente na parte da fisiologia e nos testes.

Há máquinas que medem tudo, mas esquecemos que na base de tudo há movimento.

O movimento tem sido natural no homem por séculos e não evoluiu ou mudou.

Hoje há lutadores que estão trabalhando muito no movimento veja, por exemplo, Mc Gregor com o Portal Ido ou por muitos anos no Jiu Jistu brasileiro o Gimnastica Natural For Fighter de Álvaro Romano (vamos esquecer a controvérsia se ele é o inventor desse método), mas todo o trabalho está integrado aos movimentos naturais do corpo e em particular aos movimentos que o atleta usa durante a luta.

Considere que isso faz parte do trabalho, mas fazer exercícios inutilizáveis e inseriveis em seu esporte não é útil para você, você tem que fazer mais quais são as peculiaridades e especificidades de suas fotos.

Repito, o esporte faz tudo certo, mas estou falando de uma coisa diferente porque a maneira de treinar para o combate não é a ginástica.

A evolução do movimento

O movimento não evolui tão rápido quanto se pensa, e é algo natural para o corpo, ninguém ensina, mas você pode melhorá-lo sabendo melhor e melhor como ele funciona.

Hoje conhecendo o movimento, a bioecânica e as habilidades motoras do corpo somos capazes de “treinar” o movimento, dando-lhe mais técnica, mais força e equilíbrio, aumentando a qualidade com um gasto energético cada vez menor.

Um soco ou um chute nada mais é do que um movimento de extensão do braço ou da perna, mas a técnica para que o movimento seja eficaz e com poder seja outra coisa porque envolve o movimento de todo o corpo com um tempo preciso para transmitir sem interrupção todo o movimento dos pés para o punho ou chute, montando vários sistemas ao mesmo tempo ou em sequência.

Os movimentos específicos de sua disciplina

Quando você treina ou treina alguns de seus alunos você deve alcançar a perfeição do movimento corporal você não precisa ser aproximado e é muito importante, independentemente do esporte para o qual você deve ou deve ser treinado.

Você não tem que fazer nenhum movimento que seja diferente do que você precisa para o seu esporte com as exceções necessárias, mas é sobre o que você tem que se concentrar.

Lembre-se que não se diz que fazer outras coisas (corrida / natação / crossfit / pesos / etc.), ou treinamento em excesso que melhora você, na verdade muitas vezes você tem o efeito oposto porque é dispersivo ou não é muito adequado para o seu esporte.

Repito, treinar em combate não é ginástica!

Também como o tempo das execuções dos exercícios, eles devem ser ditados por esse esporte específico, você deve respeitar os tempos corretos de execução das técnicas e acima de tudo você deve trabalhar indo melhorar o seu desempenho.

Hoje em dia onde você vê mais imaginação são muitas vezes e infelizmente os esportes mais complexos para treinamento, falo de MMA.

Treinar em combate não é ginástica.

Combate não é aptidão

Por que MMA?

Ter que trabalhar em vários andares e áreas de trabalho há tanto material que para gerenciá-lo é necessário um planejamento correto baseado nas habilidades da pessoa e na estratégia que ele quer adotar com e de acordo com esse adversário.

Se você treina ou treina um atleta de MMA você tem que fazê-lo pensando em um contexto de MMA.

Se a luta leva até 18 minutos (três rounds de 5 minutos com intervalo de 1 minuto), por que o treinamento específico sem o aquecimento naturalmente dura mais de 1 hora?

Não é bom porque você tem que aprender a explorar 100% sua energia nesse tempo e não em uma hora, você tem que descobrir como terminar esses 18 minutos no Top mas tendo usado o turbo, se você não é capaz de ser uma britadeira o tempo todo algo não é bom.

Se o octógono do UFC tem um tamanho de cerca de 81m² por que você quer correr 10 km?.

Combate não é aptidão

Não é o tipo de respiração que você precisa, embora esteja claro que ele pode fazer bem para correr, mas seu treinamento deve fazer você respirar adequado para o anel e o octógono que não é o mesmo que correr.

Correr não é necessário, porque faz completamente uma atividade motora que não tem nada a ver com os gestos atléticos de um lutador.

Ele sempre foi usado porque é a maneira mais fácil de respirar, certamente foi bom e ainda é, mas hoje tendemos a usar outras ferramentas para tentar reproduzir energia e estados aeróbicos mais semelhantes ao combate.

Ps. Tente pegar um amigo seu treinado na corrida e deixá-lo fazer 3 rounds no PAO com chutes e socos, você vai ver que efeito ele faz, mas ele não perde o fôlego!

Alguém diz que o exercício aeróbico está relacionado ao sistema de energia e não ao movimento, então tendo dito que você pode fazer ou fazer trabalhos aeróbicos com luta livre, dança ou qualquer outra atividade simplesmente respeitando as características energéticas do treinamento.

Se o objetivo era apenas fazer o coração bater, a agitação também faz, estresse, tomar 10 cafés, mas não é isso e de forma alguma pode ser considerado um treino.

Combate não é aptidão

Não é suficiente correr.

Você tem que treinar a si mesmo exatamente no que você faz “,
se você fizer um certo movimento ou gesto no treinamento, você vai fazê-lo na luta, se você não fazê-lo no treinamento, você não vai fazê-lo na luta
“.

Isso tem que se tornar sua nova abordagem em seu treinamento e não“quanto mais eu fizer melhor é porque logo você vai perceber que não há apesar da bunda que você faz essa melhora física que você quer”.

Se o princípio da especificidade está bem presente na formação de muitos esportes, devo dizer que precisamente em um dos mais complexos, como as artes marciais mistas, eles vêem as coisas e ferramentas mais imaginativas.

Treinar com um snorkel (que quem estuda fisiologia sabe que não tem lógica), circuitos com pesos infinitos, treinamento na sauna, ou com sacos plásticos são besteiras que prejudicam você, eles só podem ser bons para quem os vende e se você gosta de sofrer desnecessariamente, mas isso te machuca, não é para quem é atleta!

Alguém já viu um atleta em algum outro esporte, além de combate, eu digo, treinar desta maneira?

Alguém viu algum campeão esportivo usar a “máscara de treinamento”? Sim? e você sabe por quê?

Eles pagam-lhes para fazer esse vídeo!

Se você está procurando informações você vai descobrir que as adaptações fisiológicas e bioenergéricas que amadurecem a partir do treinamento em alta altitude e, portanto, em condições de pressão reduzida de O2 ocorrem SOMENTE e SOMENTE após um período de adaptação às novas condições que duram semanas.

A máscara de treinamento é usada para simular essa condição, isso significa que ofegar meia hora por dia com a Máscara NÃO determina QUALQUER ADAPTAÇÃO dos procurados porque o tempo de exposição às “novas condições” será absolutamente supérfluo”.

 

Ps. Esses treinos de alta altitude são usados por montanhistas e aqueles que praticam Apneia, você faz isso?

Treine com movimento natural e melhore sua técnica para aproveitar ao máximo o poder e eficiência, preservando o desgaste físico do seu corpo.

Você tem que ser saudável sem doenças para se expressar no seu melhor.

Fatores externos já são numerosos e podem prejudicá-lo a qualquer momento, então por que você quer arriscar se machucar ou prejudicar seu atleta com um treino que não está relacionado com o que ele faz?Combate não é aptidão

Repito que se você não fizer nada, qualquer treinamento é tudo bom, mas isso não significa que é a melhor coisa se você quiser ir mais longe.

Treinamento de combate não é ginástica!

sliderbg_fence1

Cada treino pode funcionar se melhorar o estado físico geral, mas treinar um lutador trazendo-o para um alto desempenho é algo complexo, pois não funciona apenas em uma condição linear, mas se move dentro de variáveis complexas, como receber golpes, e mudanças de nível (golpe e grappling) o corpo deve se mover com força e energia dentro dessas variáveis.

Agora eu entendo a rede e a informação é muito e há dezenas de vídeos no YouTube, mas pare de assistir vídeos e vá treinar como eu disse e você vai ver como na sua especialidade melhorar!

Vocês não são corredores, não são nadadores, não fazem repetições, são lutadores, têm que treinar a si mesmos para atacar no meio do “caos” do combate!!!!

Faça o que precisa para si mesmo, não o que os outros fazem.

Fiquem atentos! Treinar para lutar não é ginástica física!

Street Fight Mentalidade e Esporte luta

Andrea

What do you think?

Written by Andrea

Instructor and enthusiast of Self Defence and Fight Sport.

# Boxing / Muay Thai / Brazilian Jiu Jitsu / Grappling / CSW / MMA / Method & Training.
# Self Defence / FMA / Dirty Boxing / Silat / Jeet Kune Do & Kali / Fencing Knife / Stick Fighting / Weapons / Firearms / Strategy.

Street Fight Mentality & Fight Sport!

State Of Love And Trust!

Other: Engineer / Professional Blogger / Bass Player / Knifemaker

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *